segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

22 de Dezembro

A Porta

A Gigantesca Porta Sagrada de Karabagh nada tem [na verdade] de sagrada, sendo pouco menos que misteriosos os motivos que a fizeram alçar às alturas do Insondável [tão misteriosos (talvez) quanto a sua presença nestas Efemérides no dia de hoje]. Os [não muitos] especialistas que se debruçaram sobre o assunto se recolheram com uma repugnância não de todo alheia ao preconceito, pois descobriram que tal porta não guardava

alguma seita nebulosa concorrente dos templários;

o segredo do da juventude elixir;

o túmulo de Maria Madalena

porém os [esmagadoramente, humanamente prosaicos] esgotos da cidade.

A constituição física da porta [de bronze dourado, com quatro figuras aladas nos cantos que desfraldam uma faixa (já comida pelo tempo) na qual alguns querem ler Aqui Se Esconde O Elemento Essencial Do Universo] colaborou em não pouca monta para o rio de tinta [e mais recentemente de bits de computador] que jorrou em torno dela.

O povo da cidade [e as agências de turismo receptivo] não foram lentos em promover excursões nas galerias escuras [ajudados por suspiros que lá se ouvem e que são frequentemente denunciados como fake]. As agências anunciam ser as excursões desaconselhadas para idosos, menores e sensíveis, o que os atrai aos montões.

Ninguém viu nenhum dos três segredos acima [na verdade só se vê canalização velha e latrinas quebradas] mas isso não desanima os exploradores e turistas, pois [segundo os guias] os segredos bem guardados são os melhores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário